Página Inicial   >   Notícias

JÚRI PMs são condenados na última etapa do julgamento do caso Carandiru

Terminou no início da noite desta quarta-feira (2) a última fase do julgamento de policiais militares acusados pela morte de presos no Complexo Penitenciário do Carandiru, em outubro de 1992.  Nesta etapa foram julgados 15 policiais, acusados pela morte de oito detentos e tentativa de homicídio contra outros dois. Cada um dos réus foi condenado a 48 anos de prisão, sendo 12 por cada uma das quatro mortes e absolvidos de outras quatro, já que estas vítimas morreram com a utilização de arma branca. Foram também inocentados das acusações de tentativa de homicídio.

Com essa decisão termina o julgamento de um dos processos mais complexos de toda a história, com 75 volumes, dividido em quatro etapas, de acordo com a ação dos policiais e disposição dos presos, nos quatro andares do prédio do presídio.  A primeira etapa foi realizada em abril de 2013, quando 23 policiais militares foram condenados pela morte de 13 presos; a segunda em agosto, com 25 PMs condenados por 52 mortes; a terceira no último dia 17, quando 10 acusados foram condenados por terem matado oito presos.

A decisão prevê o cumprimento da pena em regime fechado, mas faculta aos acusados o direito de recorrer em liberdade, já que assim responderam ao processo até o momento.

 

        Processo nº 0338975-60.1996.8.26.0001

 

        Comunicação Social TJSP – RP (texto)

Tags: Júri

Comentários

© 2001-2019 - Jornal Carta Forense, São Paulo

tel: (11) 3045-8488 e-mail: contato@cartaforense.com.br