Página Inicial   >   Notícias

Responsabilidade Pais têm que devolver ao Banco quantia furtada pela filha durante estágio

24/08/2011 por ASCOM-TJ/SC
A Justiça condenou os pais de uma adolescente a devolver a quantia de R$ 78 mil ao Banco do Estado de Santa Catarina (Besc).

   Após inspeção, o banco tomou conhecimento de que a jovem, à época estagiária de uma agência bancária em um município localizado na região do Rio Itajaí-Açú, transferia dinheiro  de clientes para a sua conta. Consta, também nos autos, que a jovem cometeu o mesmo ato ilícito em uma agência de outro município.

   Os pais, em contestação, afirmaram que o coordenador do estabelecimento bancário onde a menor trabalhava deu a senha a ela, inclusive, ensinou-lhe a mexer no sistema. Por fim, argumentaram que o banco fora o culpado pelo ocorrido, já que não teve o cuidado necessário. A jovem, ao prestar depoimento, confessou o crime. Disse que usou o dinheiro para pagar contas de amigas e comprar roupas e comida. Já o coordenador da agência disse que nunca passou sua senha de acesso ao sistema para ninguém.

   "A ré era, à época, estudante da 3º série do ensino médio, sendo certo que tinha plena ciência das irregularidades que cometia, sobretudo, porque passou a agir não só dentro do estabelecimento onde prestava serviços, mas também fora do expediente, inclusive em dia de sábado e em outra agência", anotou o relator da matéria, desembargador substituto Saul Steil. O magistrado concluiu que, enquanto outros jovens, honrados e corretos, lutam para terem chance de um primeiro emprego, a jovem desonesta não soube aproveitar a oportunidade. A votação foi unânime.

Comentários

© 2001-2019 - Jornal Carta Forense, São Paulo

tel: (11) 3045-8488 e-mail: contato@cartaforense.com.br