Página Inicial   >   Notícias

Caso Rafael Mascarenhas Justiça homologa transação penal de irmão e amigo do assassino

09/12/2010 por Carta Forense

O juiz do 2º Tribunal do Júri do Rio, Paulo de Oliveira Lanzelotti Baldez, homologou hoje, dia 7, a transação penal dos réus Gabriel Henrique de Souza Ribeiro e Guilherme de Souza Bussamra, acusados de, respectivamente, participação em via pública de corrida automobilística não autorizada e fraude na pendência de procedimento policial. Ambos estão envolvidos no atropelamento que resultou na morte do músico Rafael Mascarenhas, filho da atriz Cissa Guimarães, na madrugada do dia 20 de julho deste ano, no Túnel Acústico, na Gávea, Zona Sul do Rio.

Gabriel Henrique irá pagar 10 salários mínimos em espécie ou cestas básicas à Associação Brasileira Beneficente de Reabilitação (ABBR) e teve sua carteira de motorista suspensa pelo prazo de um ano. Já Guilherme Bussamra irá pagar a metade do valor em dinheiro ou cestas básicas, para mesma instituição, pois, de acordo com sua defesa, ele estaria residindo em São Paulo, o que lhe trouxe despesas, dificultando o pagamento do valor de 10 salários. A ABBR irá escolher o meio de pagamento a ser recebido.

Os réus aceitaram a proposta de transação penal do Ministério Público estadual.

 Nº do processo: 0243823-86.2010.8.19.0001

Comentários

© 2001-2019 - Jornal Carta Forense, São Paulo

tel: (11) 3045-8488 e-mail: contato@cartaforense.com.br