Página Inicial   >   Notícias

Advogado homicida Júri condena a 9 anos por morte de menor

22/09/2008 por Carta Forense
O Tribunal do Júri da Comarca de Florianópolis condenou o advogado Álvaro José de Moura Ferro à pena de nove anos de reclusão, em regime inicialmente fechado, pelo homicídio praticado contra o menor Guilherme Nascimento, bem como ao pagamento das custas processuais.

O juiz reconheu, ainda, o direito do réu de recorrer em liberdade. Segundo os autos, no dia 1º de março de 1998, por volta das 16 horas, na Rodovia Jorge Lacerda, bairro Costeira do Pirajubaé, na Capital, o réu dirigia seu veículo no sentido Aeroporto Hercílio Luz - Centro, em velocidade incompatível com a rodovia, efetuava ultrapassagens perigosas e em local proibido.

De acordo com a denúncia, ao fazer uma ultrapassagem chocou-se com uma motocicleta que transitava no sentido contrário da pista. Para não colidir com o automóvel, o condutor da moto desviou, mas, acabou por atropelar Guilherme, que veio a falecer. A vítima estava completando dez anos de idade e havia saído de casa para comprar pilhas a serem utilizadas na máquina fotográfica durante sua festa de aniversário. O júri esteve sob a responsabilidade do juiz de direito Luiz César Schweitzer, e contou com a participação do promotor de Justiça Luiz Fernando Fernandes Pacheco, e na defesa, o advogado Adwaldo João Dias. (Autos nº 023.98.021204-1)

Comentários

© 2001-2019 - Jornal Carta Forense, São Paulo

tel: (11) 3045-8488 e-mail: contato@cartaforense.com.br