Página Inicial   >   Notícias

Ausência de rastreador Isenta seguradora da cobertura de furto

13/10/2011 por ASCOM-TJ/SC
Eroaldo Fontanella Mattos ajuizou ação contra Real Seguros e Teletrim Telecom após ter o rebocador de seu caminhão Volvo furtado, em 2007. O autor realizou um contrato de seguro com os réus e queria receber a indenização pela perda do veículo. Porém, deixou de instalar um rastreador fornecido pela ré Teletrim, o que resultou em uma decisão favorável à seguradora. Tanto o juiz da 2ª Vara de São Joaquim, quanto a 4ª Câmara Civil decidiram pela improcedência da ação.

   Na apelação ao TJ, o autor alegou que a negociação do dispositivo de segurança era uma "venda casada", em afronta ao Código do Consumidor. Informou, ainda, que a instalação não foi realizada por culpa exclusiva da seguradora. Em primeira instância pediu a reparação de R$ 155.571,81 pelos prejuízos materiais.

   Os fundamentos arguidos pelo autor foram refutados pela Câmara. "Segundo ele mesmo relatou, comprometeu-se em proceder à instalação do dispositivo rastreador no veículo segurado - por livre e espontânea, objetivando o pagamento de prêmio menor - mas, sem razão justificável, permaneceu inerte e não cumpriu com o pactuado, legítima é a negativa da seguradora quanto ao pagamento da indenização pela ocorrência de furto/roubo", disse o desembargador Eládio Torret Rocha, no acórdão. A decisão foi unânime. (Apel. Cív. n. 2008.069040-1)

Comentários

© 2001-2019 - Jornal Carta Forense, São Paulo

tel: (11) 3045-8488 e-mail: contato@cartaforense.com.br