Página Inicial   >   Notícias

Penal Homem será julgado por crime com erro de execução

21/08/2012 por ASCOM-TJ/DF

O Tribunal do Júri de Planaltina leva a julgamento nesta terça-feira, 21/8, a partir das 13h, um rapaz de 20 anos acusado de disparar contra uma mulher e, por erro de pontaria, atingir outra.

De acordo com a sentença de pronúncia, “é certo que houve erro na execução” e que o autor dos disparos teria acertado o tiro somente “em pessoa diversa da que pretendia”.

Ouvida em juízo, a vítima alvejada informou que viu o acusado dentro de um carro com o tronco do corpo para fora portando uma arma, a qual segurava com as duas mãos e que foi utilizada para disparar contra ela. A vítima teria corrido para fugir do ataque quando caiu e, em seguida, ouvido um grito. Percebeu que o grito veio de casa vizinha à sua, mas não conseguiu apurar o ocorrido. Com as investigações, constatou-se que outra mulher fora atingida acidentalmente por um dos disparos.

Romário Nunes Viana, conhecido como Romarinho, nega a autoria dos fatos. Alega que na data do crime ficou em casa todo o dia na companhia de um irmão, que confirma a informação.

O rapaz, que se encontra preso, foi pronunciado para responder perante júri popular por tentativa de homicídio, com erro de execução, mediante recurso que dificultou a defesa da vítima (artigo 121, parágrafo 2º, inciso IV, c/c o art. 14, inciso II, e art. 73, primeira parte, do Código Penal).

 

Nº do processo: 2012.05.1.000899-4

Comentários

© 2001-2019 - Jornal Carta Forense, São Paulo

tel: (11) 3045-8488 e-mail: contato@cartaforense.com.br