Página Inicial   >   Notícias

Por lançamento de foguete Causador de crime de perigo no jogo entre Grêmio e Coritiba é punido

17/11/2008 por Carta Forense

O responsável pelo lançamento de um foguete no meio da torcida no início do jogo desta noite (16/11), gerando crime de perigo, foi imediatamente encaminhado ao Juizado Especial Criminal (JECrim) e punido com multa de R$ 300,00. Também durante a partida, foram lavrados mais seis Termos Circunstanciados, quatro por posse de drogas e dois por desobediência e resistência.

As audiências realizadas no posto do JECrim estádio Olímpico foram realizadas pelo Juiz de Direito Felipe Keunecke de Oliveira. Integram as atividades Ministério Público, Defensoria Pública, Brigada Militar e Polícia Civil.

Desobediência

Entre os dois torcedores enquadrados pelo delito de resistência e desobediência à ordem da Brigada Militar, um foi multado em R$ 150,00 por causar tumulto. O outro, acusado de tentar assistir ao jogo sem ingresso, não aceitou realizar acordo e responderá a processo perante o JECrim.

Entorpecentes

Os flagrados com drogas efetuaram acordo e três deles pagarão, cada um, R$ 150,00, enquanto o quarto foi multado em R$ 200,00.

Todos os valores recolhidos serão revertidos ao Lar Santo Antônio dos Excepcionais.

Os casos desta noite somam 147 ocorrências desde que a Justiça passou a atuar durante partidas de futebol: 76 audiências realizadas no Olímpico e 71 no Beira-Rio.

O objetivo da Justiça presente nos estádios em dias de jogos é viabilizar a imposição rápida e efetiva da lei penal contra autores de crimes de menor potencial ofensivo, como posse de drogas, arruaças, atos de vandalismo e violência e delitos de trânsito ocorridos antes, durante e após a disputa. São da alçada do Juizado Especial Criminal todas as contravenções penais e os crimes com pena máxima de dois anos, cumulada ou não com multa.



Comentários

© 2001-2019 - Jornal Carta Forense, São Paulo

tel: (11) 3045-8488 e-mail: contato@cartaforense.com.br