Página Inicial   >   Notícias

No Rio Grande do Sul Advogado que tentou matar namorada é condenado pelo Tribunal do Júri

21/01/2010 por Carta Forense

O Tribunal do Júri de Porto Alegre condenou Jorge Luis Cunegatto por tentativa de homicídio qualificado. O julgamento realizado nesta quarta-feira (20/1) foi presidido pela Juíza Rosane Ramos de Oliveira Michels, da 1ª Vara do Júri.

O Advogado atirou contra a namorada após uma briga dentro de um motel na Zona Norte da Capital. A vítima foi atingida com dois disparos nas costas, um no rosto e o outro em um dos braços. Mesmo ferida, a jovem conseguiu correr até a portaria do estabelecimento, onde foi socorrida por funcionários, que chamaram um táxi, sendo levada para o hospital. O crime aconteceu em 28 de maio de 2008.

A pena é de 8 anos e 8 meses de reclusão. Cunegatto também deverá pagar R$ 5 mil pelos danos morais causados à vítima, que ficou limitada na execução de várias tarefas cotidianas. Ele poderá recorrer em liberdade.


Comentários

© 2001-2019 - Jornal Carta Forense, São Paulo

tel: (11) 3045-8488 e-mail: contato@cartaforense.com.br