Página Inicial   >   Notícias

JÚRI Acusado de matar amante da esposa é absolvido

23/05/2016 por ASCOM-TJ/RS

Terminou no início da noite desta sexta-feira, 20/5, o Júri que julgou crime passional, pelo qual o réu respondeu por Homicídio Simples. Ao chegar em sua residência, na noite de outubro de 2006, o réu encontrou o amante de sua esposa embaixo da cama e o matou com um tiro na cabeça. O corpo foi abandonando em estrada, no Município de Cachoeirinha. O Juiz da 2ª Vara do Júri do Foro da capital, Felipe Keunecke de Oliveira, presidiu o julgamento.


Julgamento ocorreu na 2ª Vara do Júri da Capital
(Foto: Eduardo Nichele)

O caso

O réu flagrou o adultério de sua esposa ao chegar em sua residência, na noite do dia 2/10/06, matando o amante com um tiro na cabeça. Após, ocultou o cadáver da vítima, colocando-o no automóvel e levando-o até a Estrada do Ritter, Distrito Industrial de Cachoeirinha, onde abandonou o corpo. Conforme inquérito policial, pai e filho foram denunciados pelo Ministério Público.  A denúncia foi recebida no dia 7/2/07. Na mesma oportunidade da denúncia, o Ministério Público ofereceu proposta de suspensão condicional do processo ao filho do réu. Já o pai confessou a autoria dos delitos, porém, alegou que a arma não era sua e sim, da vítima. No dia 16/6/09 foi declarada extinta a punibilidade do filho. Já o pai, foi pronunciado no dia 16/8/09, sendo-lheconcedido o direito de aguardar o julgamento, pelo Tribunal do Júri, em liberdade.

Processo: 001/2.06.0079008-9 

 


 

EXPEDIENTE
Texto: Fabiana de Carvalho Fernandes

 

Tags: Júri

Comentários

© 2001-2019 - Jornal Carta Forense, São Paulo

tel: (11) 3045-8488 e-mail: contato@cartaforense.com.br