Página Inicial   >   Colunas

LÍNGUA PORTUGUESA Usa-se vírgula antes do "e"?

02/12/2010 por Eduardo de Moraes Sabbag

A utilização da vírgula é um problema recorrente para o usuário da linguagem escrita. O motivo é simples: quando se utiliza a linguagem oral, procede-se à pausa que convém, à entoação que apraz e à sonoridade que melhor exprime o sentido da fala. Entretanto, quando se transporta a linguagem oral para o texto escrito, faz-se necessário dominar a vírgula, entre outros sinais de pontuação, a fim de transmitir o pensamento sem ambiguidade. Em outras palavras, acaba prevalecendo o que procuro sempre destacar, com certo tom de gracejo, em sala de aula:

""e;Virgulamos"e; bem,

ao falar;

Mas, ao escrever,

não sabemos o que fazer!".

Entre as várias regras do uso obrigatório da vírgula - um sinal de pontuação que indica a quebra de ligação sintática no interior da frase -, está uma que deixa muitos vestibulandos e concursandos de "cabelo em pé": a vírgula antes da partícula "e". Passemos à sua análise:



Comentários

BEM-VINDO À CARTA FORENSE | LOG IN
E-MAIL:
SENHA: OK esqueceu?

EDUARDO DE MORAES SABBAG

Eduardo de Moraes Sabbag

Advogado, Professor e Autor de Obras Jurídicas, entre elas o "Manual de Direito Tributário" pela Editora Saraiva; Doutor em Direito Tributário, pela PUC/SP; Doutorando em Língua Portuguesa, pela PUC/SP; Professor de Direito Tributário, Redação e de Língua Portuguesa. Site e Redes Sociais: professorsabbag.

Site | Facebook / Twitter

NEWSLETTER

Receba nossas novidades

© 2001-2019 - Jornal Carta Forense, São Paulo

tel: (11) 3045-8488 e-mail: contato@cartaforense.com.br