Página Inicial   >   Colunas

CRÔNICAS FORENSES OS CLIENTES

01/11/2017 por Roberto Delmanto

 

                               Os clientes dos criminalistas são seres humanos muito diferentes.

                                Há aqueles que, ao nos procurar, admitem desde logo sua culpa, e outros que, embora culpados, preferem não admití-lo, receosos de que não aceitemos defendê-los ou, mesmo aceitando, não o façamos com igual empenho.

                                 Existem os que juram inocência, e neles acreditamos ou não. O importante, a meu ver, é que a consciência do advogado criminal permita patrociná-los.

                                 Há também clientes que tentam esconder do advogado sua real situação financeira, dizendo -se   em dificuldades para diminuir o valor dos honorários. Na primeira consulta chegam ao escritório de táxi ou em um carro mais antigo. Alguns são corretíssimos nos pagamentos e outros sempre atrasam. 

                                Existem aqueles que, culpados ou inocentes, sofrem tanto durante o processo criminal que mereciam, só por, isso, ser absolvidos ou obter o perdão judicial. Há outros totalmente despreocupados, que não querem nem saber o andamento da causa, sequer telefonando ao criminalista.

                              Lembro-me de um empresário de cerca de 60 anos, dono de uma grande transportadora. Um de seus caminhões, ao cruzar uma cancela ferroviária, fora apanhado por um trem, resultando na morte de uma dezena de pessoas e muitos feridos.

                              O caso era dos mais graves  e me preocupava bastante pelas suas possíveis consequências criminais e cíveis . Achei, a princípio, que o mesmo ocorria com o cliente. Até o dia em que soube que, embora casado e já com netos, convidara minha então secretária, jovem, bonita e solteira, para assistirem juntos  uma corrida de Fórmula 1  em Buenos Aires...

 

 

Comentários

BEM-VINDO À CARTA FORENSE | LOG IN
E-MAIL:
SENHA: OK esqueceu?

ROBERTO DELMANTO

Roberto Delmanto

Advogado criminal, é autor dos livros Código Penal Comentado, Leis Penais Especiais Comentadas,
A Antessala da Esperança, Causos Criminais e Momentos de Paraíso - memórias de um criminalista, os três primeiros pela Saraiva e os demais pela Renovar.

NEWSLETTER

Receba nossas novidades

© 2001-2017 - Jornal Carta Forense, São Paulo

tel: (11) 3045-8488 e-mail: contato@cartaforense.com.br