Página Inicial   >   Colunas

Exame de Ordem Dicas para o Exame de Ordem - Processo Civil

01/04/2009 por Guilherme Strenger

Para que o candidato possa realizar um bom exame de ordem é indispensável uma preparação adequada. Em primeiro lugar deverá se organizar quanto ao estudo das disciplinas de modo proporcional e igualitário. Muito se fala quanto ao benefício de dedicar-se ao estudo de disciplinas que possuem um conteúdo programático menor em detrimento de outras com um conteúdo menor.

 

Esta não nos parece a melhor escolha. A prova não é dotada de uma dificuldade necessariamente uniforme, razão pela qual uma disciplina que possui menor conteúdo programático pode apontar questões mais complexas do que uma disciplina que possui um conteúdo menor.

 

O estudo deve corresponder a leitura de apostilas, livros, cadernos, resumos e etc. Além disso, é fundamental a realização de testes. Conhecer as questões que um dia já foram elaboradas é parte essencial da preparação. Nesse sentido, o candidato deve procurar material que contenha questões elaboradas pela mesma Instituição responsável por sua prova, de modo a se adaptar a forma que as questões são preparadas.

 

Por outro lado, o material, preferencialmente, deve dividir a disciplina em tópicos. Como exemplo, em Processo Civil, testes somente sobre Recursos, Execuções, Procedimentos Especiais, Competência, Intervenções de Terceiro.

 

Por fim, caso o candidato deseje revisar eventual conteúdo anteriormente estudado pode se valer de resumos ou esquemas, os quais sempre facilitam muito a compreensão da matéria.

 

Para que o candidato possa confirmar todo o seu conhecimento no dia do exame é indispensável que na noite que antecede o exame se alimentar corretamente e descanse ao menos o seu corpo. Isto porque será impossível desligar-se mentalmente de seus pensamentos sempre voltados ao desafio que deverá enfrentar poucas horas depois. Assim, estar deitado em um ambiente tranqüilo por volta das 22.00hs é fundamental. Na manhã do exame um bom café da manhã também é recomendável, para que o corpo e a mente respondam da melhor forma quando solicitados.

 

Modo de realizar a prova.

 

É indispensável que o candidato divida as disciplinas, de modo decrescente entre aquelas que mais gosta ou tem facilidade e as que menos gosta ou possui mais dificuldade.

 

Em seguida, dentro dessas disciplinas escolher os assuntos que possui maior ou menor dificuldade. Desta forma deverá começar pela disciplina que possui menos dificuldade ou gosta mais e pelas questões, que envolvam essa disciplina, que considera mais próxima do seu conhecimento. Deve seguir esta ordem de maneira crescente, da disciplina e assunto que mais gosta para a disciplina e assunto que menos gosta.

 

Esta sistemática fará com que o candidato aproveite melhor a sua condição psico-emocional e não perca tempo com questões ou disciplina que possui mais dificuldade.

 

Questões mais Incidentes em Processo Civil.

 

 

O momento vivido pelo Processo Civil é de mudanças, alterações. Assim, o estudo deverá direcionar-se às principais novidades editadas desde 2005 até os dias atuais.

 

Nesse sentido, a sistemática dos agravos, execuções de títulos judiciais (fase de cumprimento de sentença), execução de título extrajudicial, súmulas vinculantes, demandas repetitivas (Art. 285-A do CPC), súmulas impeditivas de recursos, reconhecimento de prescrição de ofício, recursos repetitivos (Especial e Extraordinário) e repercussão geral representam os principais assuntos de qualquer exame que questione o Direito Processual Civil.

 

Muitas vezes as questões apresentadas são ambíguas ou não possuem uma resposta absolutamente correta. Nesse caso o candidato deverá marcar a alternativa mais correta.

 

Como os assuntos são novos e os posicionamentos, muitas vezes, ainda não são unânimes ou sedimentados, o examinador pode exigir o entendimento majoritário ou de parte da doutrina. Nesta hipótese, responder aquilo que representa o espírito da lei ou a idéia do legislador com a nova sistemática.

 

As questões apresentadas nos últimos exames têm sido simples e objetivas de modo que um estudo bem realizado, acompanhado da realização de testes e uma leitura após o estudo possibilitarão um bom aproveitamento em Processo Civil.

Comentários

© 2001-2017 - Jornal Carta Forense, São Paulo

tel: (11) 3045-8488 e-mail: contato@cartaforense.com.br