Página Inicial   >   Colunas

CRÔNICAS FORENSES A NOVA LUA DE MEL

04/11/2016 por Roberto Delmanto

 

 

                  O advogado e a mulher estavam casados há muitos anos, com filhos e netos. Apesar dos altos e baixos comuns a todos casamentos, o amor permanecera, ao meio da amizade e da cumplicidade.

 

                  Resolveram, então, fazer uma nova lua de mel. O lugar escolhido foi Paris, onde haviam passado a primeira.

 

                  Era primavera e a magia da Cidade Luz, com seus parques, pontes, igrejas, museus, magníficos restaurantes e o maravilhoso rio Sena, em pouco tempo reacendeu a antiga paixão. Que, na verdade, nunca desaparecera, como as brasas de uma lareira que, apenas sopradas, reacendem o fogo.

 

                  Certa noite de céu estrelado, após um romântico jantar em um bistrô, seguido de um concerto na Ópera Garnier, voltaram ao charmoso hotel em que estavam hospedados.

 

                  Apaixonados, a intimidade amorosa os envolveu natural e fortemente no pequeno quarto, até que, em determinado momento, ambos caíram da cama de casal, ficando presos entre esta, que era fixa no chão, e a parede.

 

                  Depois das risadas, perceberam que não conseguiam sair do estreito lugar em que estavam,  apesar de várias tentativas infrutíferas. Pareceu-lhes que a única solução seria alcançar o interfone que estava sobre o criado-mudo e pedir socorro à portaria, mas o vexame de serem ali encontrados, nus e entrelaçados, seria demasiado.

 

                  Foi quando, milagrosamente, conseguiram desvencilhar-se e levantar, primeiro um, depois o outro. As gargalhadas misturaram-se à sensação de alívio. A hilariante cena, mantida em sigilo, só foi narrada a pouquíssimos amigos íntimos, entre os quais este cronista, sob promessa de rigoroso anonimato...

Comentários

BEM-VINDO À CARTA FORENSE | LOG IN
E-MAIL:
SENHA: OK esqueceu?

ROBERTO DELMANTO

Roberto Delmanto

Advogado criminal, é autor dos livros Código Penal Comentado, Leis Penais Especiais Comentadas, O Gesto e o Quadro, A Antessala da Esperança, Momentos de Paraíso-memórias de um criminalista e Causos Criminais, os quatro primeiros pela Saraiva e os demais pela Renovar”

NEWSLETTER

Receba nossas novidades

© 2001-2019 - Jornal Carta Forense, São Paulo

tel: (11) 3045-8488 e-mail: contato@cartaforense.com.br