Página Inicial   >   Colunas

CRÔNICAS FORENSES A Cadeira

02/08/2011 por Roberto Delmanto


As cadeiras de couro da sala de reuniões do nosso escritório foram compradas por meu pai Dante por volta de 1962, quando mudamos da rua Senador Paulo Egídio, sua sede desde a fundação em 1937, para o Largo do Tesouro, ambos no Centro de São Paulo.

Passamos depois, já em bairros, para a avenida 9 de Julho, em seguida para a rua Santa Justina e há oito anos estamos na rua Bento de Andrade. O couro das cadeiras foi várias vezes trocado, mas elas, feitas por encomenda a uma famosa marcenaria da época, sempre foram muito sólidas e nunca haviam sido revisadas.

Meu filho Roberto, além de ter grande cultura jurídica e invulgar talento para a advocacia criminal, é extremamente dedicado às causas que lhe são confiadas, vestindo a camisa dos clientes, independentemente da sua condição social, os quais se sentem verdadeiramente abraçados e protegidos por ele.

As reuniões que mantém com estes na discussão do caso e, principalmente, na sua preparação para interrogatórios policiais e judiciais, costumam ser, por isso, geralmente longas. Brinco com ele que o cliente que sobrevive a uma dessas reuniões está preparado para enfrentar, com sucesso, o mais implacável delegado ou o mais rigoroso juiz...

Determinado cliente, bastante gordo, envolvido injustamente em causa de grande repercussão, participava de uma reunião com Roberto. Os assuntos debatidos eram complexos e o cliente, muito nervoso, mexia-se constantemente na cadeira em que estava sentado. Até que, em certo momento, ela literalmente desabou com o cliente dentro. Bem humorado, ele levantou-se e mudou de cadeira, continuando a reunião.

Na semana seguinte, contudo, resolvemos trocar as estruturas de todas elas, que continuam clássicas e muito bonitas, mas agora sem perigo de quebrar com outro cliente que esteja acima do peso...

Comentários

BEM-VINDO À CARTA FORENSE | LOG IN
E-MAIL:
SENHA: OK esqueceu?

ROBERTO DELMANTO

Roberto Delmanto

Advogado criminal, é autor dos livros Código Penal Comentado, Leis Penais Especiais Comentadas, O Gesto e o Quadro, A Antessala da Esperança, Momentos de Paraíso-memórias de um criminalista e Causos Criminais, os quatro primeiros pela Saraiva e os demais pela Renovar”

NEWSLETTER

Receba nossas novidades

© 2001-2019 - Jornal Carta Forense, São Paulo

tel: (11) 3045-8488 e-mail: contato@cartaforense.com.br